sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Novo endereço Dialogos en Mercosur

Amigos, nosso novo endereço é: http://www.dialogosenmercosur.org/.
Amigos, nuestro nuevo sitio es: http://www.dialogosenmercosur.org/.
Dear friends, our new site is: http://www.dialogosenmercosur.org/.

Dialogosenmercosur.
Tulio Medeiros

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

El próximo encuentro de la Internacional del Conocimiento será en la ciudad de Pelotas - RS - Brasil

El Dialogos en Mercosur invita a todos los amigos del Congreso Internacional de Ciencias, Tecnología y Culturas a visitaren nuestra ciudad asi como participar del próximo Encuentro de la Internacional del Conocimiento. Pelotas, Rio Grande del Sur, Brasil, 5,6 y 7 Mayo, 2011.



Mapa: aqui.
Datos generales: aqui.
En breve, mas noticias.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

América Latina - 7 dias para o II CICTecC - Santiago - Chile

Saludos a todos que estarán en Chile!

Eduardo Galeano - Destino da América Latina


America Latina, Dante Ramon Ledesma

domingo, 17 de outubro de 2010

Que País é esse???

Entre a cruz e a espada, Deus e o Diabo, o PV opta pela "Neutralidade"... Leia mais.
Que País é esse???



Que País É Esse
Legião Urbana
Composição: Renato Russo

Nas favelas, no senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na Baixada Fluminense
Mato Grosso, nas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte eu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papéis, documentos fiéis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Terceiro mundo, se for
Piada no exterior
Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

30 Feria del Libro de Santiago











Tem início no dia 29 de outubro a 30 Feria Internacional del Libro de Santiago. Leia mais e participe deste evento.
-> Durante a Feira, ocorrerá a atividade Jornadas de Educación. Leia mais.

sábado, 16 de outubro de 2010

Sangue Latino.... Nuestro sangre latino...


Sangue Latino
Ney Matogrosso

Composição: João Ricardo / Paulinho Mendonça

Jurei mentiras
E sigo sozinho
Assumo os pecados
Uh! Uh! Uh! Uh!...

Os ventos do norte
Não movem moinhos
E o que me resta
É só um gemido...

Minha vida, meus mortos
Meus caminhos tortos
Meu Sangue Latino
Uh! Uh! Uh! Uh!
Minh'alma cativa...

Rompi tratados
Traí os ritos
Quebrei a lança
Lancei no espaço
Um grito, um desabafo...

E o que me importa
É não estar vencido
Minha vida, meus mortos
Meus caminhos tortos
Meu Sangue Latino
Minh'alma cativa...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

“Chi chi chi, le le le, viva Chile!”

Amigos, vale a emoção...
Chorei com a saída do último mineiro, o chefe Luis Urzúa.
Meu filho perguntou-me: por que você chorou?
E eu respondi: Porque não são americanos, não são chineses, não são europeus...
São latino-americanos.
Parabéns!

Túlio Medeiros
Diálogos en Mercosur


domingo, 10 de outubro de 2010

El verdadero milagro de los mineros

El escritor chileno Ariel Dorfman pone en contexto el desastre en la mina San José: la secular explotación de los mineros, la sabiduría organizativa pasada de generación en generación. Y pide el milagro de que las cosas cambien en su país.
Lea mas aqui.
Fonte:: Carta Maior


Imagenes al vivo: Terra/Reuters Live

Amigos, assisto ao resgate dos mineiros chilenos bastante emocionado. Parabéns aos chilenos!

Compartilhamos duas mensagens recebidas com todos:


1. Gracias amigo de Allende ... los Andes. Yo conocí tu país a punto de
ser Santiago ensangrentado y fuí uno más coreando hacia un balcón
trasero de La Moneda Allende, Allende, el pueblo te defiende. Luego
pasó lo que pasó y yo seguí viaje a Perú donde Velasco Alvarado hacía
su intento. A los años conocí a Isabel, hija de Salvador, en México.
Guardo de ella cálidos recuerdos de solidaridad y ejemplos de ética
humana. Hicimos juntos la maestría 80-82 en FLACSO.

He regresado fugazmente a Santiago y cuando veo el Mapocho no logro
reprimir la enorme tristeza que me produce recordar esos años y sentir
la presencia de los fusilados en sus orillas. Cuando miro La Moneda me
parece escuchar los rockets traicioneros haciendo impacto en sus techos
y ventanas.. en fin. Admito que no lo he superado y que me intimidan
los fantasmas que recorren las anchas alamedas. Sé que haría un mal
papel intentando debatir temas de la teoría social mientras logro
apenas contener la angustia. Por eso.. los acompaño sólo con el sincero
y profundo deseo del mayor éxito en este próximo evento.
Fraternalmente,
Luis Barrios – Uruguay

2. Estimado Carlos
Aquí estamos siguiendo el rescate por CNN, emocionados, orgullosos del
pueblo chileno y a la vez furiosos porque aquí en México no se hizo lo mismo
con los mineros de Pasta de Conchos hace mas cuatro años.
Un abrazo desde México
Antonio Fernández - México

Visa Information::

Read in: Chile

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A todos los amigos chilenos! A todos los amigos del Internacional del Conocimiento!


Chile Lindo
Ayúdeme usted compadre
Pa' gritar un viva chile!
La tierra de los zorzales
Y de los rojos copihues.
Con su cordillera blanca
Púchas! que es linda mi tierra.

No hay otra que se le iguale
Aunque la busquen con vela.

Estribillo:
Chile, chile lindo, como te querré
Que si por vos me pidieran
La vida te la daré.

Chile, chile lindo, lindo como un sol.
Aquí mismito te dejo
Hecho un copihue mi corazón.

Afírmese en las espuelas
Y eche la manto pa' un lao'
Y cántese ud., una cueca
De esas pa' morir parao'.
Que canten con las guitarras
Hasta los sauces llorones
Que en chile no llora naiden'
Porque hay puros corazones

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

O Nobel de Literatura é Latino Americano.

O escritor peruano Mario Vargas Llosa ganhou hoje o Prêmio Nobel de Literatura 2010 por sua "cartografia das estruturas de poder e suas imagens vigorosas sobre a resistência, revolta e derrota individual", justificou a real Academia sueca.
Nascido em 1936, o novelista e ensaista é considerado um dos maiores nomes da literatura em língua espanhola. Entre suas principais obras estão "A Casa Verde", "Lituma nos Andes" e "A Cidade e os Cachorros".

O mais recente trabalho de Vargas Llosa, "Sabres & Utopias" (Editora Objetiva), chegou ao Brasil este mês. O livro reúne artigos sobre direitos humanos, história, artes plásticas, literatura e traz comentários sobre a política brasileira. Em novembro, os países de língua espanhola irão receber seu novo romance, "El Sueño del Celta".
Fonte: Folha.com

domingo, 3 de outubro de 2010

O Brasil elege o Brasil x 10.000 visitas registradas no blog!

No dia de hoje o Brasil elege, DEMOCRATICAMENTE, o Brasil! 3 de outubro é uma data que pode tornar-se, antes de tudo, histórica, pois hoje, exatamente hoje, o país pode eleger, logo em primeiro turno, a primeira mulher Presidente do Brasil. Claro que a situação atual do país pode ser lembrada de várias formas e através de suas canções: Você escolhe!




Cazuza – Brasil:
Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim...


Ultraje a Rigor – Filha da Puta
Morar nesse país
É como ter a mãe na zona
Você sabe que ela não presta
E ainda assim adora essa gatona
Não que eu tenha nada contra
Profissionais da cama
Mas são os filhos dessa dama
Que você sabe como é que chama
Filha da puta
É tudo filho da puta


Zé Ramalho – O meu país
Tô vendo tudo, tô vendo tudo
Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo
Um país que crianças elimina
Que não ouve o clamor dos esquecidos
Onde nunca os humildes são ouvidos
E uma elite sem deus é quem domina
Que permite um estupro em cada esquina
E a certeza da dúvida infeliz
Onde quem tem razão baixa a cerviz
E massacram - se o negro e a mulher
Pode ser o país de quem quiser
Mas não é, com certeza, o meu país

Entranto, amigos, prefiro lembrar o nosso querido Páis com a canção “Meu País”, do Ivan Lins.




Aqui é o meu país
Nos seios da minha amada
Nos olhos da perdiz
Na lua na invernada
Nas trilhas, estradas e veias que vão
Do céu ao coração
Aqui é o meu país
De botas, cavalos, estórias
De yaras e sacis
Violas cantando glórias
Vitórias, ponteios e desafios
No peito do Brasil
Me diz, me diz
Como ser feliz em outro lugar
Aqui é o meu país
Dos sonhos sem cabimento
Aqui sou um passarim
Que as penas estão por dentro
Por isso aprendi a cantar,
Voar, voar, voar
Me diz, me diz
Como ser feliz em outro lugar
--
Outro fato relevante e que merece todo nosso DESTAQUE na data de hoje é o registro de 10.000 (dez mil) visitas em nosso blog.
O Diálogos en Mercosur só pode agradecer de uma única forma: dizendo OBRIGADO!!


Diálogos en Mercosur

Tulio Medeiros

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Agenda de Eventos

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
IV Colóquio Internacional Sul de Literatura Comparada

6-8 outubro de 2010
Campus do Vale
Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados (ILEA)
Tema: ZONAS FRANCAS: NOVAS TRANSAÇÕES COMPARATISTAS
http://www.ufrgs.br/ppgletras/cisltport.asp




Realização:
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURG
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS
MESTRADO EM HISTÓRIA DA LITERATURA

Inscrições e informações:
www.senalit.furg.br
http://www.ppgletras.furg.br/
pgletras@furg.br








III CONGRESO NORDESTINO DE ESPAÑOL
2010

III CONGRESO NORDESTINO DE ESPAÑOL:
FORMACIÓN DE PROFESORES DE ESPAÑOL: REALIDAD Y DESAFIOS.
Centenario del nacimiento de Miguel Hernández.
Recife, UFRPE, 30, 31 de octubre y 1 de noviembre de 2010.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Em ano de Chile, Setembro se chama Allende!

Setembro se chama Allende - Por Mario Amorós
Carta Maior Setembro

O Chile vive nestes dias três datas especiais e dois dramas profundamente entrelaçados. Este mês comemora-se o 40° aniversário da histórica vitória de Salvador Allende e da Unidade Popular nas eleições presidenciais. Naquele 4 de setembro de 1970, o povo chileno abriu as portas da história e empreendeu um profundo processo de transformações econômicas, sociais, culturais e políticas. A “via chilena para o socialismo” só foi derrotada pelo golpe de Estado de 11 de setembro de 1973 - que este ano completa 37 anos – protagonizado pelas Forças Armadas, mas estimulado pela direita, pela Democracia Cristã, pela burguesia e por Washington. O artigo é de Mario Amorós.

Mario Amorós (*)




Discurso do Presidente Salvador Allende, em 11 de setembro de 1973, dia do golpe de Estado que derrubou o governo da Unidade Popular e implantou a sanguinária ditadura militar comandada pelo general Pinochet:


Essas datas são provavelmente as jornadas mais relevantes dos dois séculos de história republicana, junto com o 18 de setembro de 1810, quando se estabeleceu a primeira Junta Nacional de Governo, que abriu o caminho para o processo de independência finalizado em 1818 e que, depois de uma década convulsionada, culminou entre 1829 e 1833 com a imposição de um férreo estado oligárquico que se manteve até a vitória da Frente Popular, em 1938, da qual Salvador Allende foi um destacado dirigente.

A uma semana da comemoração do bicentenário da independência, 33 trabalhadores permanecem sepultados desde o dia 5 de agosto a 700 metros de profundidade na mina San José, devido às condições de exploração em que executavam sua tarefa, reconhecidas – a posteriori – pelos proprietários da mina e pelo próprio governo de Sebastián Piñera. Além disso, 34 presos políticos mapuches estão em greve de fome desde o dia 12 de julho. Se, contra o movimento operário, o governo aplica o restritivo Código do Trabalho, imposto pela ditadura em 1980, as mobilizações dos mapuches em defesa de seus territórios e de sua demanda de autonomia são brutalmente reprimidas e sancionadas penalmente com o recurso à Lei Antiterrorista que Pinochet aprovou em 1984.

Os estudos mais recentes confirmam que o Chile é um dos países onde a brecha entre ricos e pobres é mais acentuada, aproximando-se aos níveis encontrados, por exemplo, no Haiti, produto de políticas neoliberais cujas diretrizes a Concertação manteve inalteradas durante 20 anos e que, desde 11 de março, são impulsionadas por seu verdadeiro motor, uma direita de novo tipo, filha da contrarrevolução pinochetista e solidamente implantada no mundo popular.

Piñera prepara-se para viver seu primeiro 11 de setembro no Palácio la Moneda e para presidir os múltiplos atos do bicentenário com um insistente e retórico chamado à “unidade nacional”. Enquanto isso, os quatro partidos que integram a Concertação acabam de renovar suas direções para enfrentar o novo ciclo eleitoral que já aparece no horizonte, as eleições municipais de 2012 e as eleições parlamentares e presidenciais de 2013. O Partido Comunista está mergulhado nos debates de seu XXIV Congresso.

Para além da incógnita sobre o próximo candidato presidencial da Concertação (o que dependerá essencialmente da vontade de Michelle Bachelet, que conserva uma enorme aprovação popular), a encruzilhada que esta coalizão e as forças de esquerda deverão enfrentar no médio prazo reside na possibilidade de construir mais do que uma aliança pontual, como a que permitiu eleger em dezembro três deputados comunistas pela primeira vez desde 1973, costurando um acordo político e programático que permita abrir um novo período.

Às vezes são os pequenos gestos ou resultados os que mudam a história. No dia 15 de março de 1964 a inesperada vitória da esquerda em uma votação parcial para eleger um deputado em Curicó levou a direita a não apresentar um candidato próprio e a apoiar o social cristão Eduardo Frei Montalva, que derrotou Allende em setembro daquele ano. Há apenas um mês, na cidade de Penco, na região do Biobío, os dirigentes locais da Concertação e o Partido Comunista assinaram um acordo para unir-se desde o início nas eleições de 2012 com o objetivo de derrotar a direita, que atualmente governa a prefeitura.

O debate sobre suas projeções nacionais já está instalado na agenda política. A direita não tardou em exibir seu anticomunismo mais rude e na Democracia Cristã seguramente persistirão as dúvidas até o último momento. Enquanto isso, o Partido Socialista mostra-se favorável a explorar um pacto, assim como o Partido Comunista, na direção de uma ampla convergência de forças políticas e sociais para conquistar um governo “de novo tipo” que deixe para trás os dogmas neoliberais e possibilite o pleno desenvolvimento democrático do país.

A 37 anos do bombardeio do palácio de La Moneda e do início de uma cruel ditadura, a memória de Salvador Allende e da Unidade Popular iluminam esse caminho. Precisamente, aquela noite inesquecível de 4 de setembro de 1970, quando deixou de ser o “companheiro Allende” para converter-se no “companheiro presidente”, e acabou seu discurso na Alameda de Santiago, diante de milhares de pessoas que festejavam a vitória da UP, com palavras plenas do afeto sincero com o qual sempre se dirigiu aos trabalhadores e que mantém absoluta atualidade: “Esta noite, quando acariciarem seus filhos, quando buscarem o descanso, pensem na manhã dura que teremos pela frente, quando precisaremos colocar mais paixão, mais carinho, para fazer o Chile cada vez maior e tornar cada vez mais justa a vida em nossa pátria”.

(*) Doutor em História e Jornalista. Autor de “Companheiro Presidente. Salvador Allende, uma vida pela democracia e pelo socialismo”. Artigo publicado no jornal “Público”, de Madri.

Tradução: Katarina Peixoto

Em Carta Maior 10-9-2010.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

América Latina já não é 'quintal do mundo'

América Latina já não é 'quintal do mundo', segundo a The Economist
O Brasil, sugere a matéria, beneficiou-se de sua inclusão pelo economista Jim O'Neil, do banco de investimentos Goldman Sachs, no grupo BRIC, junto com Rússia, Índia e China


10 de Setembro de 2010

AFPA América Latina já não é o "quintal de ninguém", afirma a revista britânica The Economist em uma reportagem especial dedicada à ascensão da região.

Ao longo de 14 páginas, o prestigiado semanário britânico examina os motivos da região para celebrar, especialmente no âmbito econômico, e os desafios que precisa enfrentar para continuar progredindo, indicando que tudo deve ser "menos complicado" - referindo-se a uma América Latina sem ditaduras e à estabilização das economias após a crise da dívida de 1982.

O Brasil, sugere a matéria, beneficiou-se de sua inclusão pelo economista Jim O'Neil, do banco de investimentos Goldman Sachs, no grupo BRIC, junto com Rússia, Índia e China. A revista também destaca o crescimento do país, que desde 2007 destacou-se da média latino-americana, e o fato de que 40% do PIB da região é produzido dentro das fronteiras brasileiras.

Entre as conquistas latino-americanas, a The Economist destaca a "forte recuperação" depois da crise econômica e financeira de 2008/2009, da qual o subcontinente foi, pela primeira vez, apenas "uma testemunha inocente, não um protagonista", com um crescimento regional projetado para este ano de 5% em média.

O renascimento econômico se caracteriza também pelas dezenas de milhões de pessoas que saíram da pobreza nos últimos anos - apenas da região continuar sendo a mais desigual do mundo - e pela queda nas taxas de desemprego, além do crescente interesse das multinacionais, em particular por seus vastos recursos naturais.

A revista adverte, no entanto, que a região corre o risco de "cair na autocomplacência".

O risco se deve ao fato de que, embora a produtividade latino-americana "cresça mais rápido do que em qualquer em outro lugar", a região "não poupa nem investe o suficiente". Além disso, estima o texto, seus governantes deveriam se esforçar mais para educar e inovar, assim como para melhorar o sistema de saúde pública.

Somam-se a estes outros problemas graves, como a corrupção e a violência, ilustradas pelas "alarmantes" taxas de criminalidade registradas por alguns países.

A The Economist considera ainda que uma "melhoria" das relações com os Estados Unidos facilitaria a concretização das reformas necessárias nos âmbitos citados.

A postura americana, no entanto, também precisa mudar, segundo o semanário: com uma população de 50 milhões de latinos, os Estados Unidos desenvolveram muitos "temores sobre o crime e a migração, que o levaram a se concentrar mais nos riscos da relação com seus vizinhos do que nas oportunidades".

"Depois de dois séculos deixados de lado, o sul e o centro das Américas estão finalmente cumprindo seu potencial. Para ajudar a consolidar este êxito, seus primos do norte devem construir pontes, não muros", conclui.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Entrevista com Ana Pizarro

O Blog DiálogosenMercosur completa hoje o seu primeiro ano de existência. A data é importante porque durante esse curto período de existência, abrimos novos caminhos, fizemos amigos. O nosso presente é a entrevista com a Profa. Ana Pizarro.




O DiálogosenMercosur agradece a visita de todos os amigos durante todo o seu primeiro ano de existência.
Parabéns Diálogos!


Tulio Medeiros
DialogosenMercosur

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Conference "Worldwide Naturalism in Literature and Film"

CALL FOR PAPERS
The AIZEN® (Association Internationale Zola et Naturalisme) and Pusan National University ( South Korea) solicit submissions for the jointly-sponsored conference "Worldwide Naturalism in Literature and Film" to be hosted by The Department of English Language Education, College of Education, and Pusan National University Film Institute, PUSAN NATIONAL UNIVERSITY, Pusan, South Korea, October 6-8, 2011.

We invite proposals for original papers, panels of three or four, and special sessions. Comparative and interdisciplinary approaches are welcome. Professors, scholars, instructors, and doctoral candidates from the disciplines of naturalist literature and film are encouraged to submit proposals for twenty-minute presentations. Audiovisual equipment will be available in the conference rooms. For a complete list of suggested topics and submission information, see the attached Call for Papers or visit: http://www.ualberta.ca/~aizen/events/Pusan2011/callforpapers.html

Abstracts and papers in English or French about "Brazilian and Hispanic Naturalist and Neo-Naturalist Fiction" are welcome. Thank you for sending via electronic attachment file you proposals of panels/sessions and/or papers with an abbreviated C.V. and a short biography to:

Dr. Anna Gural-Migdal, Professor, Department of Modern Languages and Cultural Studies, University of Alberta: aguralm@ualberta.ca
Contact in Brazil >> Prof. Dr. Ligia Vassallo - UFRJ

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Depois do JALLA 2010, "La Amazonía, las literaturas y nosotros".

Entrevista com a Profa. Dra. Ligia Chiappini, docente da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Livre de Berlim (FU-Berlim) - Projeto: "La Amazonía, las literaturas y nosotros".



Entrevista concedida no dia 6 de agosto de 2010, nas dependências da Universidade Federal Fluminense, na cidade de Niterói - Rio de Janeiro, durante a realização do JALLA 2010.
Informações: dialogos@dialogosenmercosur.org

Dia 30 de agosto, O DialogosenMercosur apresentará uma entrevista com a Pesquisadora Profa. Ana Pizarro.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

CONVOCACIÓN::: CAMPAÑA: COMPROMISO INTELECTUAL 2010 - Participe!!!


CAMPAÑA: COMPROMISO INTELECTUAL 2010
YO APOYO / EU APOIO / I SUPPORT




Nosotr@s, agentes de la comunidad intelectual de ALC (personas naturales, representantes de instituciones de educación, dirigentes de sociedades científicas, miembros de equipos de investigación, investigador@s, docentes, profesor@s y estudiant@s universitari@s) nos proponemos y proponemos a los demás agentes sociales, a través de este documento Compromiso Intelectual 2010, un conjunto de reflexiones, criterios y medidas tendientes a:

1. Potenciar el desarrollo del conocimiento;
2. Potenciar la integración de ALC, por medio de la enseñanza del español en la América de habla portuguesa y del portugués en la América de habla hispana, en la educación escolar y universitaria;
3. Potenciar los beneficios del conocimiento para la calidad de la vida, la apertura hacia nuevas formas de organización de la existencia y la eficiencia en la inserción mundial;
4. Proponer a la sociedad formas de trabajo que permitan extraer del quehacer intelectual todo lo posible, teniendo en cuenta que tanto el bienestar como el poder de una sociedad dependen, en grado importante, del desarrollo del conocimiento y sus derivaciones;
5. Avanzar hacia la coordinación de nuestros propios quehaceres, para constituirnos en una voz en el espacio de ALC y hacia el mundo.

Así, el proyecto Internacional del Conocimiento ha decidido emprender una campaña destinada al universo de profesionales del conocimiento, con el nombre Compromiso Intelectual 2010.

Este proyecto ha emergido en el seno del Instituto de Estudios Avanzados de la Universidad de Santiago de Chile, contando en la actualidad con participantes de gran cantidad de instancias académicas de más de un centenar de ciudades.

Nuestro objetivo formal: Obtener 10.000 adhesiones personales a través de internet y 100 adhesiones de instituciones, (redes, asociaciones, universidades, ONGs, etc., éstas adhieren con una carta formal) al documento Compromiso Intelectual 2010.



PARTICIPE:: Has clic en el botón "Yo Apoyo", y completa el formulario con tus datos. De esta forma estarás de acuerdo con esta iniciativa::: YO APOYO!


>>>>> VEA QUIEN APOYA ESTA INICIATIVA
Visite la web del Internacionaldelconocimiento!

terça-feira, 27 de julho de 2010

SEGUNDA CONFERÊNCIA BRASILEIRA PREPARATÓRIO PARA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÈNCIA, TECNOLOGIA E CULTURAS.


SEGUNDA CONFERÊNCIA BRASILEIRA PREPARATÓRIO PARA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURAS.
Encontro das Universidades no Sul do Brasil


Sexta-feira 30 de julho
UFRGS - PORTO ALEGRE - BRASIL


CHAMADA

Ela convida todos os coordenadores de simpósios, e os participantes acadêmicos no II Congresso Internacional de Ciência, Tecnologia e Cultura. O diálogo entre as disciplinas do conhecimento. Para o futuro da América Latina e do Caribel (USACH-2010), 2 ª reunião preparatória para o evento realizado no Brasil. O primeiro destes encontros decorreu em Junho passado 11 no Rio de Janeiro. Agora ele pretende reunir universidades no Sul de Brasil, dada sua grande presencia e importância no Congresso

Serão analisadas nesta jornada:

1. Planejamento estratégico e fortalecimento da rede de redes acadêmicas da América Latina e Caribe (AMLC) Internacional Conhecimento. www.internacionaldelconocimiento.org
2.Estado de avanco do Segundo Congresso da Internaicional de Ciência, Tecnologia e Cultura.
3.Exposição de diversos representantes de redes temáticas e simpósios sobre a sua evolução.
4.Informações sobre edições de livros em papel e CD, que é feito no Congresso
Atividades imediatas Pós-Conferência.
5.Redes para articular propostas de políticas e se engajar em novas iniciativas para a colaboração intelectual AMLC.
6.Campanha de Lançamento: Intelectual Compromisso de 2010, a Acadêmicos AMLC e intelectuais com o seu povo do Bicentenário

A coordenação desta reunião será do Prof. Dr. Fernando Estenssoro
Vice-Coordenador do II CICTecC

LOCAL:

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
Auditório Celso Pedro Luft

Prédio do Curso de Pós-Graduação Letras - Campus do Vale - Agronomia
Porto Alegre - SR - Brasil

DATA / HORA:


Sexta-feira 30 de julho
10.00 – 14.00 horas.


CORDIALMENTE

Eduardo Devés Valdés

Coordinador General

II CONGRESO CIENCIAS, TECNOLOGIAS Y CULTURAS

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Simpósio PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERÁRIAS EM AMÉRICA LATINA - Relação de resumos aprovados.



1. Ana Celi / Daniela Paruzzo - Universidad Nacional de Rio Cuarto - Argentina - Título: Discurso literario: frontera del conocimiento y comarca predilecta de enunciación.
2. Andréa Catrópa da Silva - USP - Brasil - Título: Identidade Crítica (Conhecimento e reconhecimento no pensamento sobre literatura brasileira).
3. André Luis Mitidieri - UESC / URI-FW -Brasil - Título: Mestizaje en la crítica atlantica leyendo Machado de Assis por su vida e identidad.
4. Angélica Illames - Universidad Austral de Chile - Título: Memoria de la herida y la revuelta bajando por Madre de Dios y Río Cruces.
5. Aurora Cardoso de Quadros- Universidade de Montes Claros - MG - Brasil Título: Técnica e Cruzamento de planos: A estética do Apuro em I-Juca-Pirama.
6. Carlos Frederico Barrere Martin - USP - Brasil - Título: Noite profunda, esperança rasa.
7. Carlos Túlio S Medeiros - USP - Brasil - Título: Caminhos e descaminhos entre Bolívar x Ariel.
8. Cláudia Gisele Gomes Toledo - FFLCH/USP - Brasil - Título: Entre o Céu e a Terra: Alteridade na poética de Adélia Prado.
9. Claudia Lorena V. Fonseca - UFPEL - Brasil - Título: Intertexto e latinoamerica: Metz, Borges, Huidobro e estilhaços mais.
10. Claudio Alano Cruz - UFSC - Brasil - Título: Uma arqueologia do compadrito borgeano.
11. Daiana Nascimento dos Santos - Un. de Santiago - Chile - Título: Comunismo y Novela en el brasileño Jorge Amado.
12. Eliane Almeida de Souza - UFRGS - Brasil - Título: Diálogos históricos do povo negro latino-americano a partir das Políticas Públicas.
13. Elisângela Aparecida Zaboroski de Paula - UFSC - Brasil - Título: João Simões Lopes Neto – Um patrício na comarca do Pampa.
14. Elisangela da Silva Santos - UNESP - Brasil - Título: A Juventude nas obras de Monteiro Lobato e José Enrique Rodó: uma aposta na consolidação do Continente Latino-Americano.
15. Eona Moro Ribeiro - USP - Brasil - Título: Sergio Faraco e Mario Arregui: A fronteira, o Gaucho e o "Gaucho".
16. Fabiane Resende - UFRGS - Brasil - Título: Contrabando no Pampa: Literatura de Fronteira.
17. Gilnei Oleiro Correa - IFSul - Brasil - Título: A cidade, a poltrona e a linha: Estudos sobre a Estética do Frio de Vitor Ramil.
18. Guilherme Marinho Miranda - USP - Brasil - Título: O Dasein nas fronteiras do Mundo.
19. Griselda Gugliara - UNSR - Argentina - Título: Bless me Ultima: Conciliación entre la vida y la ciencia.
20. Jeremyas Machado Silva - PUCRS - Uruguaiana / Ronaldo B. Colvero - Unipampa - São Borja - Brasil - Título: Comércio no Prata: A Faiança fina e a Burguesia no Século XIX.
21. Ligia Chiappin - FU-Berlin/USP - Alemanha/Brasil - Título: Presencia de las literaturas lationamericanas: comarcas en contraste.
22. Lucia Rebello - UFRGS - Brasil - Título: Civilização e barbárie e a noção de fronteira em Calunga, de Jorge de Lima e no conto O Sul, de Jorge Luis Borges.
23. Luciana de Castro Neves Costa / Susana de Araújo Gastal - UCS - Brasil - Título: O Pampa como elemento diluidor de fronteiras: o imaginário fronteiriço no sul do Brasil.
24. Luciana Meire da Silva - UNESP - Brasil - Título: O lugar do rural no processo de modernização.
25. Luis Serrano - Universidad de Guadalajara - Jalisco - Mexico - Título: La identidad desde la literatura.
26. Maria Evangelina Murillo Mena - Universidad Tec del Chocó - Colômbia - Título: Identidades y Sentidos de Formación de Maestras y Maetros investigadores ondas en Colombia.
27. Maria Graciela Adamoli - Universidad Nacional de Santa Rosa - Argentina - Título: Sobre espacios y representaciones del ser argentino a través de los ojos de William Bulfin y Colm Tóibín.
28. María Graciela Eliggi - Universidad Nacional de Santa Rosa - Argentina - Título:
Entre gringos y criollos: fronteras y amalgamas en las representaciones literarias de las pampas argentinas.
29. Nelson Trejos - Universidad de Santiago - Chile - Título: Ciudad, periferia y pampa en la obra poética y narrativa de Jorge Luis Borges.
30. Luiz Francisco Matias Soares / Ronaldo B. Colvero - UNIPAMPA - São Borja - Brasil - Título: Carnaval no Pampa.
31. Ronaldo B Colvero / Helenize Soares Serre - UNIPAMPA/UFPel - São Borja - Brasil - Título: Saladeiro São Felipe: A indústria do charque em Itaqui no início do Séc. XX.
32. Sara Almarza - Universidade de Brasil - Brasil - Título: Si el individuo calla, la sociedad enmudece y la historia olvida.
33. Susana Bleil de Souza - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil- Os Despossuídos da Fronteira: Entrecruzando História e Literatura.
34. Tiago Pedruzzi - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil - Título: De “ la orilla” à fronteira: A Intrusa de Borges e sua transposição fílmica.
35. Veridiana Molinar - Unv. Norte Barranquilla - Colômbia - Título: Violencia en Latinoamérica: una visión a partir de la literatura.


A Comissão do Simpósio informa que receberá propostas de resumos até o próximo dia 15 de julho, impreterivelmente. A partir de amanhã, dia 10, estaremos enviando as cartas de aceite. Desde já, a Organização agradece a todos os colegas que nos escolheram para a apresentação de seus trabalhos.
Diálogos en Mercosur - Vamos a Chile!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Contagem Regressiva / Cuenta Regresiva

Cuenta regresiva para envío de resúmenes. Quede atento!!!!! **El plazo para presentar resúmenes se extiende hasta el 30 de junio /
** The deadline for submitting abstracts is extended until june 30.
Así, informamos nuestro Simposio>>> PAMPA, FRONTERAS Y COMARCAS LITERARIAS EN AMÉRICA LATINA.

Contacto: ctulio@usp.br

sexta-feira, 11 de junho de 2010

ATENCIÓN::: Cuenta regresiva para envío de resúmenes

Cuenta regresiva para envío de resúmenes. Quede atento!!!!! **El plazo para presentar resúmenes se extiende hasta el 30 de junio /
** The deadline for submitting abstracts is extended until june 30.
Así, informamos nuestro Simposio>>>
PAMPA, FRONTERAS Y COMARCAS LITERARIAS EN AMÉRICA LATINA.


Contacto: ctulio@usp.br

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Simposio Pampa, Fronteras y Comarcas Literarias en América Latina - Chile 2010


1. Dialogosenmercosur informa que a data para envio de resumos para o II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Diálogos entre las Disciplinas del Conocimiento, mirando al futuro de América Latina y el Caribe, a ser realizado de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010, na cidade de Santiago-Chile, foi prorrogada até o dia 30 de junho. // * El plazo para presentar resúmenes se extiende hasta el 30 de junio / * The deadline for submitting abstracts is extended until june 30.
Nuestro simposio Pampa, Fronteras y Comarcas Literarias en América Latina.



COORDINADORES
Profa. Dra. Ligia Chiappini, Universidade de São Paulo FU-Berlin-Al – lchiappini@gmail.com
Profa. Dra. Lúcia Rebello, Universidade Federal de Rio Grande do Sul – Brasil – lu_@terra.com.br
Profa. Mg. María Graciela Adamoli, Universidad de La Pampa – mgga123@hotmail.com
Prof. Dndo. Carlos Tulio da S. Medeiros – Universidade de São Paulo/IFSUL – Brasil – ctulio@usp.br

segunda-feira, 7 de junho de 2010

GRACIAS SANTA ROSA - ARGENTINA!!!


Fue un êxito la 'I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur - Una mirada desde las Ciencias Humanas y Sociales' realizado en la Universidad Nacional de La Pampa – Santa Rosa - Argentina.
Gracias a todos los amigos de Santa Rosa, especialmente a las Profas. Maria Graciela Adamoli y Mariela Eliggi.

** La próxima Jornada ocurrirá en Río Cuarto – Argentina y tendrá el comando de Profa. Daniela Pilar Paruzzo, de la Universidad Nacional de Río Cuarto - Córdoba - Argentina.


A respecto de Río Cuarto::

Río Cuarto (ocasionalmente escrito Río IV) es una ciudad argentina situada en el sur de la provincia de Córdoba. Es cabecera del departamento homónimo, y se encuentra situada en el oeste de la Pampa Húmeda, en una penillanura al este de la Sierra de Comechingones, a orillas del río de la cual tomó el nombre, el Cuarto, conocido también como Chocancharava.

Por su tamaño y su población de 155.911 habitantes, es la segunda ciudad de la provincia, después de la capital, de la que dista 216 km por carretera (RN36).

Es el centro comercial y de servicios de una pujante región agrícola-ganadera y constituye un nudo comunicacional en los corredores comerciales que conectan la Pampa con Cuyo a nivel nacional y el Atlántico con el Pacífico a escala sudamericana.

El gran desarrollo que experimentó a partir de finales del siglo XIX, sumado a su carácter independiente, le ha valido el apodo coloquial de El Imperio. Esta condición le fue reconocida en los Años 2000 en el gobierno de José Manuel de la Sota, al designársela oficialmente, capital alternativa de la Provincia de Córdoba


Así, hasta Río Cuarto amigos...

DialogosenMercosur

domingo, 30 de maio de 2010

COMUNICADOS IMPORTANTES::::

1. Dialogosenmercosur informa que a data para envio de resumos para o II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Diálogos entre las Disciplinas del Conocimiento, mirando al futuro de América Latina y el Caribe, a ser realizado de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010, na cidade de Santiago-Chile, foi prorrogada até o dia 30 de junho. // * El plazo para presentar resúmenes se extiende hasta el 30 de junio / * The deadline for submitting abstracts is extended until june 30.
2. Prof. Eduardo Devés invita/informa que:
habrá una REUNIÓN DE INFORMACIÓN Y PLANIFICACIÓN SOBRE EL CONGRESO CIENCIAS, TECNOLOGÍAS Y CULTURAS EN RIO DE JANEIRO en la ciudad del RIO DE JANEIRO - BRASIL. Servicio::
Lugar:: ciudad de Rio de Janeiro - RJ - Brasil.
Día:: el Viernes, sexta, 11/06/2010,
Hora: 17.30-19.00.
Local:: Centro Cultural do IAB - Instituto dos Advogados Brasileiros, Rua Teixeira de Freitas, no. 5/ Sala 301 - Centro, RJ - Brasil

sexta-feira, 28 de maio de 2010

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Thanks Hiroshima!

Dear Hiroshima, would like to thank your visit in our blog this morning.

DialogosenMercosur.

terça-feira, 25 de maio de 2010

domingo, 23 de maio de 2010

O Diálogos convida!

A Rede DiálogosenMercosur sugere e convida: Vamos realizar um evento na sua Universidade? Este é o caminho para fortalecermos nossa Rede de Contato!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Registramos 5000 visitas!!

Amigos do DiálogosenMercosur, saudações mercosulinas.
No dia 30 de agosto de 2009, aconteceu a primeira postagem de nosso blog, cuja intenção inicial era a de fazer a divulgação do II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologias y Culturas. Diálogo entre las Disciplinas del Conocimiento. Mirando al Futuro de América Latina y Caribe, a ser realizado na cidade de Santiago – Chile, no período de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010.
Nove meses depois de seu lançamento, completamos 5000 visitas. Até o momento, 40 países nos visitaram. É uma marca a ser comemorada se levarmos em conta que nosso visitante não é um curioso midiático, mas um colega acadêmico que tem acompanhado, de alguma forma, a divulgação de nossas atividades. Como já dissemos outra vez, não foi nem é uma caminhada fácil, pois administrarmos ou chamarmos a atenção de nosso visitante requer de nossa parte um contato contínuo, algumas vezes recusado, é verdade, mas, no geral, aceito, principalmente quando enviamos nossos emails... e olha que são mais de 1000 emails.
Mas esta é a resposta: 5000 visitas.
O mérito é de todos nós! Nesta data, comunicamos o lançamento do site: http://www.dialogosenmercosur.org/, ainda em fase final de elaboração, que terá o mesmo objetivo de nosso blog e está, a partir de agora, a disposição de todos os nossos visitantes para as informações sobre eventos, cursos e publicações que julgarem válidas e que possam ser compartilhadas com todos os amigos do Diálogos. Esperamos pelo contato de todos vocês.
É isso. Parabéns e muito obrigado.

Diálogos en Mercosur.

sábado, 15 de maio de 2010

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Invitación::: I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur - Santa Rosa - Argentina

I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur. 4 y 5 de junio - 2010, Universidad de La Pampa, Santa Rosa - Argentina. Ler mais (read more)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

3 de maio - Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Todos os anos, o dia 3 de maio é a data que celebra os princípios fundamentais da liberdade de imprensa, avalia a liberdade de imprensa no mundo, defende a mídia de ataques à sua independência e presta homenagem a jornalistas que perderam suas vidas no exercício de suas profissões.

O dia 3 de maio foi proclamado Dia Mundial da Liberdade de Imprensa na Assembléia Geral das Nações Unidas, em 1993, seguindo recomendação adotada na 26ª Sessão da Conferência Geral da UNESCO, realizada em 1991.

Ao informar cidadãos sobre a violação à liberdade de imprensa, o Dia destaca uma realidade que perdura em muitos países: publicações são censuradas, multadas, suspensas e arquivadas, enquanto jornalistas, editores e editoras são ameaçados, atacados, detidos e até assassinados.
Esta é uma data para encorajar e desenvolver iniciativas em favor da liberdade de imprensa e avaliar a situação da liberdade de imprensa em todo o mundo.
A ocasião serve também para lembrar os governantes da necessidade de se respeitar seus compromissos com a liberdade de imprensa e para gerar reflexão entre os profissionais de mídia sobre questões ligadas à liberdade de imprensa e a ética profissional. A data também apóia a mídia, alvo da repressão ou da abolição da liberdade de imprensa, e presta homenagem aos jornalistas que perderam suas vidas no exercício de suas profissões.
Para informações adicionais sobre o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, por favor, visite o site do Setor de Comunicação e Informação da UNESCO.


Mensagem de Irina Bokova, Diretora Geral da UNESCO, a respeito do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa
Este Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, cujo tema é a liberdade de informação, representa uma oportunidade de lembrar a importância do nosso direito a informação.
A liberdade de informação é o princípio segundo o qual as organizações e os governos têm o dever de compartilhar as informações que possuem com qualquer pessoa que as solicite, bem como facilitar o acesso a tais informações, levando em consideração o direito do público de estar informado.
O direito à informação é essencial para defender outros direitos fundamentais, para fomentar a transparência, a justiça e o desenvolvimento. Juntamente com o princípio de liberdade de expressão, o direito à informação funciona como apoio à democracia.
É possível que nós não exerçamos, de maneira consciente, o nosso direito a informação. Mas, cada vez que nós lemos um jornal, ligamos a TV ou rádio para ver ou ouvir o noticiário, ou acessamos a Internet, a qualidade daquilo que nós vemos ou ouvimos depende do acesso que esses meios tiveram a informações atualizadas, críveis e precisas.
Os obstáculos que surgem diante do nosso direito à informação assumem diversas formas, que podem ser desde a carência de recursos e a insuficiência de infra-estrutura, até a obstrução deliberada do acesso às informações.
Muitos jornalistas desempenham sua profissão em contextos nos quais a regra é a restrição à informação e onde a pressão, o assédio, a intimidação e as agressões físicas são parte integrante de seu cotidiano.
No ano passado a UNESCO condenou os assassinatos de 77 jornalistas, a maioria dos quais não eram vítimas de guerras, mas sim repórteres que cobriam notícias locais.
Convido a todos os que hoje comemoram o Dia Mundial de Liberdade de Imprensa a fazer um minuto de silêncio em memória daqueles a quem não podemos mais ajudar e em homenagem aos jornalistas que pagaram com suas vidas pelo direito a informação.
Por outro lado, precisamos reconhecer os progressos importantes que foram alcançados neste sentido.
É cada vez maior o número de países que adotam leis para garantir a liberdade de informação. Essas medidas facilitam a supervisão da ação governamental e reforçam a responsabilidade do público.
Ao mesmo tempo, a existência de uma tecnologia mais rápida e mais barata permite que um número cada vez maior de pessoas tenha fácil acesso a informações procedentes de outros contextos, fora do seu entorno imediato.
É hora de aproveitarmos ao máximo esses avanços, fortalecendo as instituições, fornecendo a formação necessária aos profissionais da informação, fomentando uma abertura maior em nossos setores públicos e uma ampla conscientização do público.
Faço um apelo aos governos, à sociedade civil, aos meios de comunicação e ao setor privado a colaborarem com a UNESCO na promoção da liberdade de informação no mundo todo.

Irina Bokova

Por Dialogosenmercosur

dialogos@dialogosenmercosur.org

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Rede Dialogos en Mercosur - Faça parte!

Rede Acadêmica Diálogos en Mercosur. Um espaço cujo objetivo maior será a integração de trabalhos, idéias e eventos sobre/em nossa América. Caro visitante, faça parte desta idéia!
Obrigado por sua visita...


* Entre em contato e saiba mais: dialogos@dialogosenmercosur.org.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Atenção::: Eventos com inscrições abertas!!!

I. Simpósio PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERÁRIAS EM AMÉRICA LATINA, evento que faz parte da progração do II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Diálogos entre las Disciplinas del Conocimiento, mirando al futuro de América Latina y el Caribe, a ser realizado de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010, na cidade de Santiago-Chile. Ler mais::

II. I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur. 4 y 5 de junio - 2010, Universidad de La Pampa, Santa Rosa - Argentina. Ler mais::

quarta-feira, 7 de abril de 2010

sexta-feira, 2 de abril de 2010

ATENÇÃO:::: INSCRIÇÕES ABERTAS!!!!

Atenção I:
Inscrições abertas para o Simpósio PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERÁRIAS EM AMÉRICA LATINA, evento que faz parte da progração do II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Diálogos entre las Disciplinas del Conocimiento, mirando al futuro de América Latina y el Caribe, a ser realizado de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010, na cidade de Santiago-Chile.




Coordenadores:

Profa. Dra. Ligia Chiappini, Universidade de São Paulo FU-Berlin-Al
Email: lchiappini@gmail.com
Profa. Dra. Lúcia Rebello, Universidade Federal de Rio Grande do Sul – Brasil
Email: lu_@terra.com.br
Profa. Mg. María Graciela Adamoli, Universidad Nacional de La Pampa - Argentina
Email: mgga123@hotmail.com
Prof. Dndo. Carlos Tulio Medeiros – Universidade de São Paulo/IFSUL – Brasil
Email: ctulio@usp.br

Resumos: Até 31 de maio de 2010. Ler mais.

Atenção II:

I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur.

Lugar de realización: 'Facultad de Ciencias Humanas, Universidad Nacional de La Pampa' - Santa Rosa - Argentina.

Fecha: 4 y 5 de junio de 2010.

* Estas Jornadas se realizan en consonancia con el Simposio Pampa, Fronteiras e Comarcas Literárias em América Latina.

Contactos::

Profesoras: Maria Graciela Adamoli y/o Miriam Germani:: jornadasfronteras2010@yahoo.com.ar

En Brazil, contacte: Prof. Tulio Medeiros - ctulio@usp.br

quinta-feira, 1 de abril de 2010

3000 visitas!

Amigos, o Dialogosenmercosur celebra hoje 3000 visitas ao blog! Agradecemos a todos que contribuiram com esta marca.
Faça parte dessa Rede Acadêmica!

Dialogosenmercosur.
Contact: ctulio@usp.br

domingo, 28 de março de 2010

1500 visitas en la pagina oficial del II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Santiago - Chile 2010.

Alcançamos a marca de 1500 visitas! Somos os mais visitados até o momento. Venha para o Chile. Venha para o nosso Simpósio! As inscrições estão abertas!!!
Assim, em nome dos Professores Coordenadores do Simpósio Acadêmico 'Pampa, Fronteiras e Comarcas Literárias em América Latina', que ocorrerá durante a realização do II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías Y Culturas: Diálogos entre las Disciplinas del Conocimiento, mirando al futuro de América Latina y el Caribe, a ser realizado de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010, na cidade de Santiago-Chile, queremos agradecer a todos vocês que tem visitado regularmente a nossa proposta, que na lista de simpósios é a de número 13 (treze).

Para saber mais, visite:: http://www.internacionaldelconocimiento.org/ - Congreso 2010 - Simposios - Proposta 13.
Muito obrigado.
Professores Coordenadores
PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERARIAS EM AMERICA LATINA
Contact: ctulio@usp.br

sábado, 27 de março de 2010

Nuestra América - Vuelvo al Sur

Precisamos estar libertos de todos os laços, amarras, nós, conceitos e preconceitos para pensarmos em Nuestra América... En el Sur. Precisamos lembrar não dos heróis que a História insiste em nos mostrar, em nos ensinar, mas dos homens de verdade que nasceram nesse solo e que lutaram em defesa de nossa honra contra aqueles que sempre nos viram diminuídos... daqueles que insistem, ainda, em nos diminuir.
Para sentirmos Nuestra América, faz-se necessário abrirmos a janela de nossos corações e mostrarmos ao vizinho do lado que ele também é irmão, amigo, parceiro de sangue e, também, de alegria, laços e tradições que somente dizem respeito aos filhos desse chão chamado por nós todos de América... nuestra América Latina, en el Sur.
Revisando alguns textos do escritor e filósofo espanhol Miguel de Unamuno, encontramos o magnífico ensaio Don Quijote y Bolívar (1931). Essa re-leitura, esse retorno, essa sensação de déjà vu acompanha-nos nesse processo de viver el Sur, nuestro Sur, levando-nos a pensar nas palavras do espanhol, que nesse momento, relembra o uruguaio José Enrique Rodo:

Yo no sé si las relaciones culturales entre las diversas naciones americanas de lengua española son tan íntimas y tan activas como debieran serlo; yo no sé si en Méjico, Perú, Venezuela, etc., se sigue con interés el movimiento literário, científico y artístico de Chile, Argentina, Uruguay, etc., y viceversa; yo no sé si la conciencia de la América llamada LATINA es todo lo viva que debería ser. Una de las más acendradas y más legítimas glorias del pensamiento hispanoamericano contemporâneo, José Enrique Rodó, el noble profesor montevideano, al final del hermoso discurso que leyó en la fiesta de la traslación de los restos de Juan Carlos Gómez desde Chile a Montevideo, su pátria, decía que si es alta la idea de la pátria “en los pueblos de la América Latina, en esta viva armonía de las naciones vinculadas por todos los lazos de la tradición, de la raza, de las instituciones del idioma, como nunca las prensentó juntas y abarcando tan vasto espacio la historia del mundo, bien podemos decir que hay algo tan alto como la idea de la pátria, y es la idea de la América; la idea de la América como una grande e imperecedera unidad, como una excelsa y máxima pátria, con sus héroes, sus educadores, sus tribunos; desde el golfo de Méjico hasta los sempiternos hielos del sur.” Y añadía: “Ni Sarmiento, ni Bilbao, ni Martí, ni Bello, ni Montalvo, son los escritores de una u otra parte de América, sino los ciudadanos de la intelectualidad americana.” (UNAMUNO, 2007, p. 249)

Assim, “vuelvo al Sur”, vejo o Sul, miro este Sul abaixo da linha do Equador com carinho imenso e fé. Fé que podemos ser, como assim desejou Martí, Bolívar, Unamuno, Rodó, Sílvio Júlio, entre tantos, ÚNICOS!
Temos visto que Nuestro Pueblo, longe das cadeiras do “poder”, busca, na maioria das vezes, apenas um sorriso que transmita, antes de tudo, segurança. Segurança esta que pode ser percebida num singular abraço despretensioso.
Amigos, precisamos “volver al Sur como se vuelve siempre al amor.” Amigos, precisamos abrir as janelas de nossas antigas casas, e as novas também, e rompermos as barreiras oficiais, quebrar os icebergs, muitas vezes impostos apenas pela distância, que é logo ali!
Amigos, precisamos criar, manter e ampliar, especialmente a partir do espaço acadêmico, as REDES INTELECTUALES EN AMÉRICA LATINA, que necessitam ser, sempre, constituidas e mantidas em um espaço temático comum, onde o iberoamericano, o latinoamericano, o hispánico se entrecruzam, se disputam, mas, principalmente, se encontram e dialogam.
Llevemos el Sur como un destino del corazon... e pensemos nuestro Sur como um desenho versátil de comunicade acadêmica, científica ou intelectual, como uma expressão cultural em busca da utopia, como afirma o filósofo chileno Eduardo Devés.
Sim, amigos, sueño el sur, quiero al sur, Te quiero Sur, con su buena gente, con su dignidad, con tu intimidad siempre!
Saudação a todos!
Saludos a todos!
DialogosenMercosur




Música de Astor Piazzolla
Letra de Fernando "Pino" Solanas

Interpretação: Roberto Goyeneche

domingo, 21 de março de 2010

O DialogosenMercosur faz um agradecimento especial!!

O blog DialogosenMercosur registra um valor importante no dia de hoje: alcançamos a marca de mais de 2500 visitas neste domingo. Agradecemos a todos os amigos que nos visitam regularmente, em especial aos visitantes dessa semana. Muito obrigado.
DialogosenMercosur.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Convocatória:: I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur.

'I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur - Una mirada desde las Ciencias Humanas y Sociales'

Convocatoria a la presentación de Trabajos 1º Circular


Lugar de realización: 'Facultad de Ciencias Humanas, Universidad Nacional de La Pampa' - Santa Rosa - Argentina.

Fecha: 4 y 5 de junio de 2010.

Estas Jornadas se realizan en consonancia con el Simposio Pampa, Fronteiras e Comarcas Literárias em América Latina que se enmarca dentro del II Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías y Culturas. Diálogo entre las Disciplinas del Conocimiento. Mirando al Futuro de América Latina y el Caribe organizado por la Universidad de Santiago de Chile a llevarse a cabo entre el 29 de octubre y el 1 de noviembre de 2010 en la ciudad de Santiago, Chile.

El propósito de estas I Jornadas Internacionales Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur es propiciar el debate de los temas propuestos entre docentes, investigadores, especialistas y estudiantes con el fin de establecer nexos y redes entre distintas universidades, institutos de investigación y sus respectivas disciplinas.

Modalidad de las Jornadas: Conferencias Plenarias a cargo de especialistas en las distintas áreas, y Paneles en los que se propiciará la discusión por áreas y disciplinas con el objeto de dar a conocer los desarrollos y avances en las distintas instituciones de los participantes.

Instituciones Organizadoras: Universidad Nacional de La Pampa y Universidad Nacional de La Plata, Argentina conjuntamente con la Universidade de São Paulo - USP, Brasil y la Universidad de Santiago, Chile.

Áreas temáticas:

Literatura y Cultura
Geografía
Historia
Estudios de Género
Educación

Comité Organizador:

Coordinadores:
Mgter. María Graciela Adamoli (UNLPam, SILAS, IASIL)
Prof. Dndo. Carlos Tulio da S. Medeiros – Universidade de São Paulo/IFSUL – Brasil


Miembros:
Mgter. María Graciela Eliggi (UNLPam, APPI, SILAS, IASIL)
Mgter. María Eugenia Cruset (UNLP, IRI, SILAS)
Mgter. Miriam Germani (UNLPam, APPI)


Comité Académico:
Mgter. Maria Graciela Adamoli (Universidad Nacional de La Pampa, SILAS, IASIL)
Prof. Dndo. Carlos Tulio da S. Medeiros – Universidade de São Paulo/IFSUL – Brasil
Mgter. María Eugenia Cruset (UNLP, IRI, SILAS)
Dra. María Herminia Di Liscia (Universidad Nacional de La Pampa/ IIEM)
Esp. Stella M. Shmitte (Universidad Nacional de La Pampa)
Mgter. Maria Graciela Eliggi (Universidad Nacional de La Pampa, APPI, SILAS, IASIL)
Mgter María Graciela Di Franco (Universidad Nacional de La Pampa, IISEI)
Mgter. Graciela Obert (Universidad Nacional de La Pampa, APPI)
Mgter.Norma Alfonso (Universidad Nacional de La Pampa, APPI)
Mgter. Miriam Germani (Universidad Nacional de La Pampa, APPI)


Conferencia Inaugural: a cargo del Prof. Fernando Estensoro, Dr. en Estudios Americanos, Instituto de Estudios Avanzados- USACH, Chile.
Tema:: Evolución de las fronteras: Los ecosistemas como nuevos espacios de integración política en América Latina.


Procedimiento para la presentación de propuestas en los diferentes paneles.

Los interesados en participar de estas Jornadas deberán enviar un resumen de su trabajo de no más de 200 palabras.
Los integrantes de paneles deberán presentar una exposición oral de no más de 15 minutos de duración. No se prevé para esta oportunidad la lectura de ponencias ya que el objetivo principal de las Jornadas es la discusión que se desarrollará a partir de las distintas presentaciones.
Cada panel incluirá hasta 5 trabajos por sesión de aproximadamente dos (2) horas, incluyendo el período de discusión.
Dependiendo de las propuestas que se reciban, algunos paneles podrán desarrollarse en dos sesiones. Aquellas personas encargadas de las conferencias plenarias serán invitadas a participar como referentes en los diversos paneles.


Fecha límite para la recepción de resúmenes:
10 de mayo de 2010.


CONTACTOS:

Para mayor información acerca de las I Jornadas Internacionales de Fronteras, Ciudadanía y Conformación de Espacios en el Cono Sur, contactarse con:

Profesoras: Maria Graciela Adamoli y/o Miriam Germani::

jornadasfronteras2010@yahoo.com.ar

En Brazil, contacte: Prof. Tulio Medeiros - ctulio@usp.br.

Departamento de Lenguas Extranjeras - Facultad de Ciencias Humanas- Universidad Nacional de La Pampa
Gil Nª 353 – 2º piso - (CP 6300) Santa Rosa – Provincia de La Pampa
República Argentina.
Teléfono: 54-2954-451-660

segunda-feira, 8 de março de 2010

CONVOCATÓRIA SIMPÓSIO::: PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERÁRIAS EM AMÉRICA LATINA

CONVOCATÓRIA SIMPÓSIO::: PAMPA, FRONTEIRAS E COMARCAS LITERÁRIAS EM AMÉRICA LATINA
A Comissão Organizadora do Simpósio "Pampa, Fronteiras e Comarcas Literárias em América Latina" apresenta sua 2ª convocação oficial aos colegas e convida a todos aqueles interessados pelo tema proposto a participarem do II Congreso Internacional de Ciencias, Tecnologías y Culturas: Diálogos entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de America Latina y el Caribe, na encantadora cidade de Santiago - Chile, no período de 29 de outubro a 1 de novembro de 2010.

Coordenadores:

Profa. Dra. Ligia Chiappini, Universidade de São Paulo FU-Berlin-Al
Email: lchiappini@gmail.com
Profa. Dra. Lúcia Rebello, Universidade Federal de Rio Grande do Sul – Brasil
Email: lu_@terra.com.br
Profa. Mg. María Graciela Adamoli, Universidad Nacional de La Pampa - Argentina
Email: mgga123@hotmail.com
Prof. Dndo. Carlos Tulio Medeiros – Universidade de São Paulo/IFSUL – Brasil
Email: ctulio@usp.br

Resumos: Até 31 de maio de 2010.

Os resumos das comunicações (200 palavras) serão recebidos até o dia 31 de maio de 2010 e deverão conter: 1. Nome do trabalho; 2. Nome, titulação e origem institucional do Proponente; 3. Email para contato.

Comunicações (ponências): Máximo de 15 páginas. Até 31 de agosto de 2010.

Só serão aceitas para o Simpósio Pampa, Fronteiras e Comarcas Literárias na América Latina as comunicações aprovadas pela Comissão Organizadora. O texto completo deverá ser enviado aos 4 coordenadores do Simpósio até o dia 31 de agosto de 2010, impreterivelmente.

Idiomas: O Simpósio será bilingue Português-Espanhol.

Dúvidas, perguntas, sugestões, etc, entre em contato com:::

Prof. Carlos Túlio Medeiros
Email: ctulio@usp.br

sábado, 27 de fevereiro de 2010

FUERZA CHILE!!!!!

Fuerza Chile!!! Contar con nuestra ayuda y con la fuerza de la Red Académica que hemos formado juntos es una posibilidad real. ¡Aquí estamos!

Amigos, aunque muy poca información de nuestros amigos de Chile, Eduardo Deves, Marcelo Moran, María Gladys, Carolina Ortiz y Fernando Estenssoro respondieron a nuestro email y están todos bien!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Un Especial Saludo del DialogosenMercosur

El DialogosenMercosur hace un especial saludo a los amigos en Argentina y Chile que han completado 150, 102 visitas, respectivamente, en nuestro blog.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Nasce a UNILA - Uma Universidade para a integração da América Latina

No último dia doze de janeiro o governo brasileiro deu um passo histórico e irrevogável no caminho da integração latino-americana. A sanção da Lei que cria a Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA consolida a política brasileira de abertura ao continente, de resgate das identidades comuns e da busca de soluções autênticas para os problemas sociais da América Latina, sempre com o respeito à diversidade cultural.

A UNILA já é realidade, deixou de ser um projeto desafiador ou uma utopia daqueles que pensam e vivem o continente latino-americano. É a grande novidade e deve ser motivo de orgulho e entusiasmo, pois sepulta no passado as práticas dependentistas e o pensamento subserviente a uma intelectualidade estrangeira e inatingível para a realidade do continente, cujas teses abstratas sempre ocultam as ideologias, em nome da neutralidade do saber.

A nova Universidade é resultado da iniciativa do Ministério da Educação que elaborou o projeto de Lei em 2007 e que instituiu em março de 2008 a Comissão de Implantação da UNILA, composta por especialistas de reconhecida competência e presidida pelo Professor Doutor Helgio Trindade, cujo currículo de excelência dispensa apresentações.

A Comissão fez trabalho primoroso, aprofundou as discussões sobre os objetivos e princípios da Universidade, reuniu-se com professores de diversos países e realizou uma consulta internacional a diferentes especialistas latino-americanos que puderam apresentar a compreensão e delimitar os desafios de uma Universidade voltada à integração latino-americana.

A criação do Instituto Mercosul de Estudos Avançados – IMEA também foi determinante para o processo de constituição da Universidade. O IMEA é verdadeiro laboratório de idéias que congrega acadêmicos de reconhecimento internacional com o objetivo de contribuir, planejar e pensar as atividades da UNILA.

No segundo semestre de 2009, o IMEA promoveu - na sede provisória da UNILA localizada no Parque Tecnológico da Itaipu, em Foz do Iguaçu - as Cátedras Latino-Americanas. Esses eventos atraíram profissionais, professores e estudantes de diversos campos do conhecimento para debate sobre temas mais relevantes da atualidade, o que permitiu verificar tendências e necessidades que poderão ser contempladas nos novos cursos. Foi transmitida pela rede mundial de computadores e pôde receber sugestões de espectadores distantes. Nomes como Ignacy Sachs, Aldo Ferrer, Carmen Guadilla, Miguel Rojas Mix, Celso Pinto de Mello, entre outros, estiveram na Unila e contribuíram desde suas perspectivas para a nova Universidade.

A mobilização e engajamento que o nome da UNILA desperta possibilitou alguns avanços rápidos. A parceria com a Universidade Federal do Paraná – UFPR, como entidade tutora, foi crucial para a realização das primeiras atividades. O apoio da Itaipu Binacional resultou na instalação da Unila em sua sede provisória e na doação do espaço da sede definitiva, em Foz do Iguaçu. O projeto arquitetônico foi realizado por Oscar Niemayer, que se sentiu tocado pela grandiosidade da proposta. E inúmeras foram as pessoas que se envolveram nos trabalhos iniciais, sempre movidos pelas expectativas que uma Universidade dessa natureza é capaz de provocar.
Todo o trabalho já desenvolvido demonstra que o projeto pedagógico da Instituição está sendo pensado de forma criteriosa, contemplando uma variedade de pensamentos convergentes quando se trata de aliar ensino e integração, num espaço aberto e democrático, verdadeiramente sem fronteiras. A condução dos trabalhos é cuidadosa e se empenha em abrir desde o início os canais de comunicação necessários com os outros países, construindo as bases de um relacionamento duradouro e bem-sucedido.

Os desafios são imensos, pois a UNILA é uma instituição única no continente e possui compromissos que vão além das universidades tradicionais. Nasceu vocacionada para a integração, o que significa que deve interagir de forma nacional e transnacional, buscando o fortalecimento das relações entre os povos e valorizando o diálogo intercultural como metodologia de ação.

Para cumprir esses propósitos, a UNILA será bilíngüe (português e espanhol) e destinará metade das vagas para alunos latino-americanos, respeitando igual proporção para o corpo docente. A seleção dos alunos brasileiros ocorrerá pelo ENEM e exame semelhante deverá ocorrer nos demais países latino-americanos. Em seu pleno funcionamento a Universidade terá quinhentos professores e dez mil estudantes.

Os cursos de graduação e pós-graduação serão todos inovadores, não apenas em termos de currículo e metodologia de ensino, mas principalmente porque estão sendo estruturados para formar massa crítica capaz de dar respostas às vulnerabilidades da América Latina. Ao longo do tempo, cursos com esse perfil serão ofertados em todas as áreas do conhecimento, os primeiros no segundo semestre deste ano.

A história apenas se inicia. Vivemos um contexto de resgate de nossas capacidades perdidas, tentando superar o descrédito que um governo titulado impingiu às universidades públicas. Nesse campo, as políticas estatais estão consolidadas com a criação de treze novas universidades federais. A sociedade brasileira está preparada e certamente impedirá qualquer tentativa de retrocesso nesse sentido.

Gisele Ricobom é Doutora em Direitos Humanos e Desenvolvimento pela Universidade Pablo de Olavide e Professora Visitante da UNILA. (http://www.unila.ufpr.br/)